terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

A loucura

A loucura antigamente era uma doença e os “loucos” eram pessoas repudiadas que causavam tristeza na família. Hoje em dia a loucura continua sendo uma doença, mas a palavra loucura virou gíria para qualquer um que quer fazer algo diferente, estranho ou nunca tentado.
Sonhadores, visionários e cientistas viram que tentar ser diferente é fácil e tão simples que não esperavam ser tratados diferentemente das outras pessoas, o que deve ser inevitável até hoje por que temos uma cultura de não incentivar o novo, nossa cultura diz para fazermos o que já existe para não corrermos riscos, então tente fazer algo diferente no seu visual, algo que ninguém tenha feito antes no seu grupo ou sociedade e veja a diferença que as pessoas vão lhe tratar. Se acharem legal, alguém acaba fazendo, se a maioria não gostar, os que gostaram vão acabar mudando de idéia por causa da maioria (por incrível que pareça uma opinião forte faz muitos se questionarem) e se ninguém gostou ou como no final do segundo caso você será chamado de louco por uma simples mudança de visual.
Agora pense comigo, se todos tivessem um penteado estranho, um jeito estranho, uma roupa estranha e falasse estranho quem é o estranho? Eles ou você que é a pessoa normal nisso tudo? A loucura está na visão das pessoas que se dizem normal e vêem os outros que consideram estranhos ou diferentes como loucos. Só conhece a loucura uma pessoa “normal”, pois é nela ou na sociedade em que vive em que ela se baseará o que julga ser normal.
Um dia me contaram de um jovem em que o sonho dele era ter uma espécie de lugar onde os carros pudessem competir em corridas de pega, vi muitos rirem dele, mas logo pensei que era uma grande idéia, tiraria carros que fizessem isso na rua para um local com segurança tanto para eles como para quem viaja de carro, então quem é o louco? Quem tem um sonho diferente ou quem achou aquele sonho um sonho ridículo?
Mas os sonhos que são mais freqüentes, pois todos nós temos sonhos, são onde as pessoas mais julgam a sanidade mental dos outros, pois os sonhos são geralmente muito diferente um do outro e isso que é interessante eu posso sonhar em ter, em ser ou em estarem algum lugar e todos serem considerados sonhos loucos, pois a loucura varia do ponto de vista de cada pessoa que irá julgar suas atitudes, elas teriam que aprender a não julgar os outros e sim aprender a entender porque temos aquele sonho ou aquela vontade de ser de tal jeito, se alguns acham que temos que ser todos iguais por sermos humanos, talvez nenhuma delas nota nos seres humanos que todos os humanos são diferentes e devem ser diferentes, celebre a sua diferença não tema ser chamado de louco tema em não ser feliz!

Nenhum comentário:

Postar um comentário